27.2.14

Resenha: Desventuras em Série

Postado por: Stefanie
 Nunca me senti tão satisfeita em ser desobediente. 



 O Senhor Lemony Gênio Snicket avisou desde o primeiro capítulo que se eu estava procurando por histórias felizes... Era melhor passar longe de Desventuras em Série. Não estava. Mas também não consegui soltar. Pelo contrário, agarrei-me aos livros com ainda mais fervor. Só não podia esperar me apaixonar tanto assim.
 Sim, a história dos órfãos Baudelaire é horrível. É triste. É dolorosa. Suas vidas estão carregadas de desgraças e catástrofes que, acredite, só pioram. E tudo começa quando as crianças, na Praia de Sal, recebem a notícia de que seus pais morreram em um terrível incêndio que também destruiu a mansão Baudelaire. Desamparados, seguem ao encontro de seu primeiro tutor. Mas não imaginavam que esse tutor não só os acompanharia por toda a perfídia do mundo – palavra que aqui significa “por toda desgraça do mundo provocada por Conde Olaf e seus comparsas” – mas como, também, é o grande responsável por elas.
 A série é constituída por treze livros de desgraças contínuas e crescentes. Desgraças nunca antes vistas, e estranhamente apaixonantes. Não por ser divertido ver os órfãos Baudelaire sofrerem, mas pela maneira com que eles crescem durante cada uma de suas estadias. O quanto se tornam fortes e maduros, acostumados com a falta de sorte que os cerca.
 “Desventuras em Série” apresenta as personagens mais encantadoras que já tive o prazer de conhecer, e tenho certeza que você vai acabar se identificando ou se apaixonando por pelo menos um deles. Só tome cuidado com o quanto vai se apegar... Porque isso pode te fazer chorar mais ainda quando o desfecho chegar.
 Ao contrário do que muito pensam, “Desventuras em Série” não é apenas uma série de livros em que acontecem as mesmas e mesmas coisas durante os cento e setenta capítulos. O enredo se desenvolve brilhantemente, e até mesmo agora, quando finalmente consegui secar a última lágrima que toda essa perfídia me fez, não consigo compreender como Lemony Snicket consegue ser tão perfeitamente um gênio da Literatura. Porque ele é.
 Não leio algo tão avassalador há anos. Não me encontro com uma história tão envolvente desde que me entendo por gente. “Desventuras em Série” é aquela série que te arranca o ar da maneira mais encantadora possível. Porque apesar dos pesares, são situações tão sensível e cuidadosamente escritas que é impossível não se cativar. Principalmente por seu narrador – ou deveria chamar de investigador? – que está a todo tempo tentando nos privar do sofrimento, das lágrimas, que ele sabe que viriam.
 Acreditem, vêm.
 Então se mesmo sabendo que o que te aguarda são cento e setenta capítulos de desgraças, sufocos, desventuras; ainda deseja ler... Vá em frente. Mas também não posso garantir que não vão se arrepender. A não ser que tenham estômago forte e um coração de pedra, que não o fará se sensibilizar nem mesmo pelos segredos de uma grande organização secreta que você, com certeza, vai desejar fazer parte.
 E depois que ler... Se prepare. Porque caso se apaixone, tenho certeza que vai compreender bem o que acontece quando, do nada, você começa a imaginar o que Violet estaria inventando agora... O que Klaus provavelmente estaria lendo... E o que Sunny, querida Sunny, por acaso poderia estar cozinhando.

“Se alguma vez você já descascou uma cebola, sabe que a primeira camada, fina e papirácea, revela outra, e mais outra, e antes que você perceba terá centenas de camadas espalhadas pela mesa da cozinha, e milhares de lágrimas nos olhos, e lamentará ter começado a descascá-las e desejará ter largado a cebola para murchar na prateleira da copa enquanto você prosseguia com sua vida, mesmo que isso significasse nunca mais desfrutar o sabor difícil e avassalador dessa hortaliça estranha e pungente. Desse ponto de vista, a história dos órfãos Baudelaire é como uma cebola, e se você insistir em ler cada uma das camadas finas e papiráceas destas Desventuras em Série, a sua recompensa será 170 capítulos de desgraças na sua biblioteca e incontáveis lágrimas em seus olhos. Sinto muito dizer isso a vocês, mas a história é assim.”
O Fim, pp. 09/10 

Título: Desventuras em Série
Autora: Lemony Snicket
Editora: Cia. Das Letras 
Nota: ★♥

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Design e Desenvolvimento por