2.6.14

Resumo do Mês: Maio

Postado por: Stefanie

 E lá se foi Maio... O mês que poderia simplesmente ter acabado no dia 2. Simplesmente porque eu não precisaria ter vivido mais algo depois disso aqui:



 Maio... O mês em que infelizmente terminei Jogos Vorazes. Que infelizmente cheguei ao fim de uma das minhas trilogias favoritas... Se não A favorita. A qual me tomou de uma maneira tão irreversível e incalculável que, mesmo agora, um mês depois, ainda me vejo sofrendo de saudade de uma trama tão bem desenvolvida, de personagens tão encantadores e apaixonantes.
 Já disse que estou com saudade?
 O mês começou de maneira extremamente intensa para mim. Tinha acabado de chegar ao final de “Em Chamas”, com o coração na mão. Mas se eu não sabia o que era sofrimento, a senhora Collins fez questão de me mostrar.


·  Jogos Vorazes – Suzanne Collins
 ü  A Esperança


 Justamente porque chegar ao fim de livros que mexeram tanto comigo me fez simplesmente querer parar de ler pelo resto da semana... Do mês... E, vou te falar, hein... Mesmo agora, admito que me sinto órfã. Porque nenhum livro mais conseguiu me fazer ser capaz de esquecer um pouquinho Jogos Vorazes. Nem sequer diminuir um pouquinho da saudade. Ainda mais com esse terceiro volume que tornou-se meu grande favorito. Ainda mais por conta da maneira com que essa brilhante autora retratou a tristeza deles, o trauma, de um jeito tão esplendorosamente lindo, que nos envolve e nos faz sofrer junto. Como se o sofrimento deles fosse tão real que pudesse tocar. Ao ponto de, mesmo agora, me ver emocionada ao lembrar de tudo o que eles precisaram passar. Ao que diz ao Peeta e Finnick então...
 Argh... Vou ali lavar o rosto e já volto.

 P.S: Vou fazer resenha da trilogia sim, calma! Mas só quando eu conseguir pensar no Peeta e no Finnick sem voltar a chorar como um bezerro desmamado.



· Por Isso a Gente Acabou – Daniel Handler


 E essa foi minha primeira tentativa frustrada de superar a saudade deixada por Jogos Vorazes. Precisava de um livro divertido, que tirasse toda aquela tristeza de mim, e achei que Daniel Handler (Lemony Snicket para você entender do que estou falando) fosse a opção perfeita. Justamente porque ele é o único capaz de fazer a pior desgraça do mundo parecer engraçada e, olha... Esse talento não mudou, viu? É engraçado sim, é divertido. Mas a protagonista é tão absurdamente chata que eu mesma queria entrar naquele livro só para enfiar a mão na cara dela.

 Pode, não pode?


·  Trilogia da Bela Adormecida – Anne Rice
 ü  A punição de Bela


 O que dizer sobre essa trilogia chata que quero trocar pacas?
 O segundo volume estava aqui dando sopa na minha biblioteca, acabei pegando para ler. Sinceramente? É realmente menos pior do que o primeiro, mas ainda é ruim. Ainda está anos luz de ser um livro bom. O que piorou com o fato de que Anne Rice perdeu a única oportunidade de salvar a trilogia.
 Aiai, o que dizer?

 Melhor ir pro próximo.


·  Percy Jackson e Os Olimpianos – Rick Riordan
 ü  O Ladrão de Raios
 ü  O Mar de Monstros


 Foi só então finalmente começando a ler Percy Jackson que vi um pouquinho (só um pouquinho) da luz no fim do túnel. Não, não curou minha saudade de Jogos Vorazes, mas os livros me divertiram bastante, viu? Sei que alguns de vocês até mesmo dizem que o segundo volume é um dos mais chatinhos, mas... Cara!!111! Como assim, galera? O segundo volume é ANOS LUZ melhor do que o primeiro!!11!! Vocês não acham, não? Fiz já resenha desses dois bebês e lá explico o porquê de ter gostado bem mais de “O Mar de Monstros”. Não que não gostei de “O Ladrão de Raios”, eu gostei. Mas faltou muito arroz e feijão para ele chegar aos pés da ciclopicidade do segundo, se é que vocês me entendem.


·  Iluminadas – Lauren Beukes


 O que dizer desse livro que esperei tanto e me decepcionei pacas?
 Pois é.
 Vou tentar não falar muito dele porque ainda não terminei a resenha, mas já adianto que não foi só a decepção do mês, mas provavelmente do ano e uma das maiores da minha vida! Me sinto enganada pela publicidade.
 Será que posso pedir meu dinheiro de volta?
 Francamente. Fraco, fraco, muito fraco. Depois na resenha explico para vocês o porquê. Mas ó... Tô recomendando não, hein? Tem coisa muito melhor para ler por aí.


 Pois então, gente... Como vocês podem ver, meu mês não funcionou. Sequer sei como consegui ler seis livros se eu apenas queria me fechar em um quartinho escuro e sofrer pelo fim de Jogos Vorazes pelo resto da minha vida #exagero. Mas, realmente... Se eu queria superar a trilogia de Hunger Games, não foi dessa vez. E, sinceramente? Depois de um mês, sinto que nunca será. Assim como tantos livros que amo de paixão que sempre fazem eu me pegar sofrendo de saudade pelos cantos. Como Desventuras em Série, Harry Potter, Lolita, Dois Irmãos, a bela trilogia Millennium, Brumas de Avalon e... Aiai...
 Sdds, sdds.

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Design e Desenvolvimento por