2.7.14

Resumo do Mês: Junho

Postado por: Stefanie


 Será que um dia eu vou conseguir postar o Resumo do Mês no último dia, certinho? Tomara! Mas, por enquanto, vai de novo nos primeiros dias do mês seguinte.



 Yo! Cá estou eu para falar sobre meu mês de Junho. Um mês que, sinceramente, achei que não leria livro algum. Passei por algumas coisas e isso acabou me fazendo adiar minhas leituras, mas tive a sorte de encontrar livros tão bons, mais ao fim, que acabei lendo bem mais do que esperava. Que bom, né? Ler nos faz esquecer os problemas e coisas que nos deixa tristes.

·      Percy Jackson e os Olimpianos – Rick Riordan
 ü A Maldição do Titã
 ü A Batalha do Labirinto

 “A Maldição do Titã” foi o livro que mais me fez adiar a leitura nesse mês. Não por ser ruim... Mas pelo período em que o li. Ele não tinha algo bom o bastante para me prender, então demorei muito tempo para lê-lo, o que sinceramente me surpreende, até porque é nele que existe uma das melhores personagens de toda a série, minha querida Zöe. Porém, contudo, todavia, devo admitir que “A Batalha do Labirinto” veio pra abalar a boca do balão, isso porque o livro é tão bom, mas tão bom, mas tão bom (!11!11!11) que até agora me pego relendo certas cenas, principalmente as de Nico. Fora o fato de ser visível o quanto Rick Riordan cresceu como autor, porque o aumento da qualidade do primeiro livro para o quarto chega a ser absurdo! É lindo de ver, sério.
 Sinceramente? Não sei nem como algumas pessoas conseguem dizer que esse é o livro mais fraco da série... Pra mim, ao menos até agora, é o mais incrível.

·      Hamlet – Shakespeare

 Quem me conhece sabe que sou absurdamente apaixonada por livros clássicos. Porém, dentre tantos autores, tenho que admitir que Shakespeare mais do que ganha uma parte exclusiva no meu coração. Isso porque eu absolutamente amo suas peças, sejam elas de comédia, tragédia ou o que for. Sinceramente o vejo como um dos melhores autores que já existiram, então não podia deixar de conferir uma de suas peças mais famosas, não é? Estou lembrando agora que estranhamente me esqueci de fazer a resenha... Mas prometo que ela sairá em breve. Mas já adianto que, apesar de mais famosa tragédia, prefiro anos e luz e galáxias a de “Othelo”. Não que não gostei do livro... Eu gostei, muito. Amo a maneira como Shakespeare escrevia. Mas senti que faltou algo para aquele “tchan!” que Othelo deixou em mim. Ou talvez, também, só foi culpa de eu não estar bem durante o começo do mês. Vai saber. Às vezes acontece, não é?
 Quem nunca um dia leu um livro e não achou tudo isso... Mas ao relê-lo amou de paixão?
 Vai saber.

·      Misery – Stephen King

 E o prêmio de salvador do mês vai para...
 Misery! Do Stephen King!
 Brincadeira.
 Mas, olha… Sinceramente foi com esse livro que meu mês começou a funcionar. O li antes de “A Batalha do Labirinto” (que também ajudou demais) e realmente achei que seria o último livro que conseguiria ler por um tempo... Mas a história é tão boa, tão bem desenvolvida e surpreendente que mal pude largar o livro. Praticamente o engoli em três dias no máximo. Não queria soltá-lo. Ainda, como se não bastasse, corri para o filme que é também muito bom. Aliás... Não esqueci da resenha do filme, viu? Vou fazer. Só não tive muito tempo ainda.
 De qualquer maneira, livro mais do que recomendado. Tá de parabéns aí, Senhor King.

·      Bruxos e Bruxas – James Patterson
 ü O Dom
O que esse livro tem bonito, tem de ruim.

 E daí vou rapidamente comentar sobre a decepção do mês.
 Até porque não quero e nem vou resenhar um livro ruim desses.
 Sinceramente? O primeiro é até legal. Bobinho... Com piadas meio bleh, mas até que é divertido. O problema mesmo foi eu ter notado certas semelhanças absurdas com outros livros de distopia. Tudo bem que hoje em dia, depois de centenas de anos, é impossível criar algo totalmente novo. Mas também não força, né? É chato de um jeito insuportável. Não dá pra ler. É muito ruim. E se antes as piadas soavam bobas, nesse segundo soam absurdamente estúpidas. De um jeito tão ridiculamente insuportável que me arrependo de não ter visto isso antes de comprar o terceiro volume. Justamente porque agora tenho na biblioteca um livro que não quero e nem vou ler. Pra quê? Pra perder meu tempo?
 Aliás, quem tiver interesse, estou trocando alguns livros. Principalmente esses.
 Foi a grande decepção do mês. Muito ruim mesmo. Não indico pra ninguém. Ainda mais porque estou começando a entender o porquê de vocês pegarem tanto no pé de James Petterson.
 Tô começando a pegar também.


 Bem... É isso, pessoal. No mês de Junho eu li pouco... Mas alguns livros mais do que fizeram a diferença. Espero encontrar mais livros bons por aí... E tomar vergonha na cara para logo trazer conteúdo novo para o blog.

 Obrigada por acompanhar esse post até aqui e até a próxima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Design e Desenvolvimento por