12.8.14

Resumo do Mês: Julho

Postado por: Stefanie



 Oi? Tem alguém aí?
 É. Eu sei que demorei pra valer dessa vez.




 Doze dias depois do fim do mês, consegui um tempinho – de paz mental – para vir aqui fazer esse post sobre minhas leituras do mês Julho. Não por não querer, mas sim por ter tido alguns problemas pessoais que me impediram de começar esse resumo. Porém, entretanto, todavia, eu definitivamente amo escrever aqui, então não poderia deixar pra lá. Inclusive, acredito até que esse blog tem certo poder de fazer eu me sentir melhor, então... Por que não?
 Talvez eu devesse até me obrigar a vir mais vezes.
 Explicações aqui... Explicações ali... Também adianto que não tenho lido praticamente nada. Tanto por aqueles problemas pessoais citados, quanto por trabalhos da faculdade. Isso porque estou terminando outra graduação, então estou naquela reta final que preciso ler conteúdos voltados para as disciplinas utilizadas. Logo, infelizmente, não me sobra muito tempo para ler outras coisas. Mas isso não quer dizer que vou abandonar meus livros e muito menos as resenhas. Eu vou dar um jeito em tudo, só que lentamente.
 Pois então, é isso. Chega de lenga lenga e vamos logo aos livros que li durante o mês passado.



·   Percy Jackson e Os Olimpianos – Rick Riordan
 ü   O Último Olimpiano


 Foi então no mês de Julho que terminei a incrível e surpreendente série do Senhor Jackson. Isso porque, lendo-a, realmente tive aquela sensação de superação do livro sobre mim, já que não poupei críticas no primeiro volume. Pontos que realmente me incomodaram e, depois, foram completamente superados, me apresentando uma história visível e cuidadosamente planejada, que só subiu no meu conceito. É realmente brilhante. Ao ponto de eu indicar a todos que gostam de um livro divertido, emocionante e que, ao mesmo tempo, leve.
 Sobre o último volume, tenho que admitir que não chegou aos pés da grandiosidade do quarto, para mim, mas ainda assim destacou-se indiscutivelmente. O bastante para que eu já esteja até mesmo convencida a buscar outros livros do autor, porque se o talento dele cresceu em cinco livros... Estou ansiosa para ver o que aconteceu com séries seguintes.



·  Sangue Quente – Isaac Marion


 Logo depois busquei o polêmico Sangue Quente para ler. Livro extremamente odiado pela maior parte dos fãs de zumbis, mas que simplesmente amei. Na resenha busquei explicar cada um dos motivos, mas sinceramente, mesmo depois de um mês, me sinto até mesmo mais segura em dizer que a linguagem até mesmo chega a me soar poética em diversos pontos. É um belo livro de se ler. É gostoso percorrer cada uma das palavras que, apesar de leves, ainda se mostram tão profundas, tocáveis. Eu sinceramente amo e indico para todos que tenham uma mente aberta e estão querendo provar algo bom e diferente.
 Sem duvida, uma das minhas melhores leituras do mês.



·   A Culpa é das Estrelas – John Green


 Da série “Tardo, mas não falho”, busquei o aclamado livro do João Verde, para ler e ver se é tudo isso que falam. Ia deixar passar batido, mas prometi que faria uma resenha, até mesmo para poder expor meus argumentos do porquê de eu não ter gostado. Portanto, vou procurar não falar muito aqui porque, sim, eu ainda vou fazer a tal resenha, falando sobre os pontos positivos e negativos que encontrei na narrativa. Mas, tá lá. Li. E não foi mesmo um bom momento de leitura.



·  Só Perguntas Erradas – Lemony Snicket
 ü   Quem poderia ser a uma hora dessas?


 Do meu querido, amado, idolatrado, Daniel Handler, mais conhecido como Lemony Gênio Snicket, “Quem Poderia Ser a uma Hora Dessas” é o primeiro livro de uma série nova do autor. Sobre a qual eu também preciso resenhar, mas já confesso aqui que foi um pouco decepcionante. Não sei se foi pela perfeição de “Desventuras em Série”, mas essa aqui não fez meu coração bater mais forte. Quem sabe nos próximos volumes, mas explico melhor na resenha. Aqui só quero mencionar que foi bem mais divertido admirar as ilustrações do que ler o conteúdo escrito.



·   A Mulher Enjaulada – Jussi Adler-Olsen


 Sinceramente? Minha melhor leitura do mês. Uma das melhores leituras do ano. Um dos melhores livros que já li em toda a minha vida. “A Mulher Enjaulada” é inteligente, é envolvente, é emocionante, é sufocante, é insano, é perturbador. Até mesmo agora, só de me lembrar do que tem naquelas páginas, é como se todo aquele nervoso voltasse. Como se eu mais uma vez estivesse dentro do livro. Sério. É mais do que indicado. Contei todos os pontos positivos – que aliás são incontáveis – na resenha da obra. Mas acho que já dá pra ver que eu mais do que indico, não é? É realmente um daqueles livros que se adiciona na lista de coisas que não se pode morrer antes de fazer. Sério.


 Pois então, gente. Essas foram minhas leituras do mês passado. Como vocês podem ver, a quantidade de livros lidos já tinha caído, mas esse mês cairá ainda mais. A não ser que vocês queiram um monte de resenha de livros acadêmicos, porque esses eu já li muitos. Muitos mesmo.
 Espero que vocês tenham um ótimo mês, e logo mais eu pretendo voltar aqui. Obrigada por ler esse post e acompanhar o blog.

 Até logo. (:

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Design e Desenvolvimento por